SMART SUMMIT

Navegador Google Chrome vai ficar à prova de websites maliciosos

Facebook
LinkedIn
Email
WhatsApp

Indíce

No mundo digital de hoje, as ameaças online estão a avançar e a tornar-se cada vez mais sofisticadas. Assim, a Google revela que vai implementar uma nova funcionalidade no seu navegador, o Chrome. Consequentemente, será possível detectar sites maliciosos em tempo real, aumentando assim a segurança na navegação web. 

A empresa de Redmond esclarece que o modo padrão da Navegação Segura utiliza uma lista que está armazenada nos dispositivos dos utilizadores. Esta lista tem como objetivo de determinar se um website ou arquivo online é malicioso.  

Sendo que, essa lista está em constante atualização, sendo a cada 30 ou 60 minutos, permite ao navegador estar sempre atualizado com as últimas ameaças online. 

No entanto, os sites maliciosos têm, em média, uma duração inferior a 10 minutos. Com isto, a atualização da lista faz com que o site malicioso já não exista, o que cria um dos grandes desafios no combate às mesmas.

Para combater este problema, a Google está a desenvolver uma solução que permitirá ao Chrome identificar sites maliciosos em tempo real. Isto será possível através do uso de uma lista que está armazenada nos seus servidores, sendo atualizada constantemente. Além disso, vai ser utilizar técnicas de encriptação e outras técnicas de preservação de privacidade para garantir que a informação dos utilizadores sempre esteja segura.

Quando os mecanismos de segurança do browser identificam um website como potencialmente perigoso para os utilizadores e os seus dispositivos, eles exibem um alerta com informações adicionais. Este alerta irá informar o utilizador sobre a natureza da ameaça e dar-lhe a opção de continuar ou não com a navegação. 

Navegador deverá bloquear mais tentativas de phishing

A Google também destaca que, com a análise de sites em tempo real, espera bloquear mais 25% das tentativas de phishing, uma das ameaças online mais comuns e perigosas, conseguindo ajudar a proteger os utilizadores contra este tipo de ataque. 

Em suma, a Google está constantemente a trabalhar para melhorar a segurança dos seus utilizadores na internet. Com a implementação desta nova funcionalidade no Chrome, a empresa espera reduzir significativamente o número de sites maliciosos e aumentar a segurança online. Afinal, num mundo cada vez mais digital, a segurança na internet é uma prioridade para todos nós.

Fonte: SapoTEK

Veja os meus outros artigos aqui.

Patrocinar Smart Summit

Ajude a fomentar o empreendedorismo nos Açores. Deixe o seu interesse e enviamos as condições para patrocinar o Smart Summit

Attendee Smart Summit Lagoa 2024

Não perca a oportunidade e participe no Smart Summit Lagoa 2024. Inscreva-se Gratuitamente!