SMART SUMMIT

Portugal em terceiro lugar no ranking global de conhecimento sobre segurança e privacidade digital

Facebook
LinkedIn
Email
WhatsApp

Indíce

Segundo a mais recente pesquisa da NordVPN, Portugal situa-se no terceiro lugar a nível global no que toca ao entendimento de cibersegurança e privacidade online, pontuando 62%. No exame de Privacidade Nacional (EPN), Portugal apresentou uma elevada nota na seção dedicada à identificação de múltiplas ameaças online, alcançando 74%.  

No entanto, essa tendência não se manifestou nas esferas de comportamento e ferramentas de segurança online, onde a pontuação foi 51%.  

A NordVPN explica que o Exame de Privacidade Nacional (EPN) é um questionário concebido para avaliar o conhecimento de cibersegurança e privacidade online entre os participantes globais, realçando riscos online e a vital importância da proteção de dados e informação na era digital.  

A edição atual do EPN contou com a participação de 175 países, acumulando 26.174 respostas. Paralelamente a Portugal, o Reino Unido e a Áustria também ocupam o terceiro lugar. Enquanto os Estados Unidos e a Alemanha garantem o segundo lugar com 63%, a liderança é da Polónia e Singapura, ambas com 64%. 

Por sua vez, o país que evidencia o desempenho menos satisfatório é a França, que registou a terceira pontuação mais baixa em termos de consciência de privacidade, além de figurar entre as classificações mais baixas na seção relacionada às práticas digitais cotidianas. No total, os inquiridos franceses obtiveram uma pontuação de 59% no NPT. A mesma tendência é observada na Espanha (59%) e na Itália (57%). 

Portugal tem cada vez mais cidadãos capazes de se proteger

Examinando as ações dos inquiridos em Portugal, os resultados indicam que 98% têm habilidade para criar palavras-passe robustas, 93% estão cientes dos perigos associados a armazenar detalhes de cartões bancários em navegadores. Além disso, 92% dos inquiridos portugueses declaram a capacidade de lidar com ofertas suspeitas em plataformas de streaming, e 91% reconhecem que não se deve partilhar informações sensíveis em redes sociais.

Todavia, os resultados também revelam que apenas 3% possuem familiaridade com ferramentas online de proteção da privacidade digital. Especialistas indicam que somente 1 em cada 10 inquiridos portugueses compreendem quais tipos de dados são coletados por provedores de serviços de Internet (ISPs). 

De acordo com os dados fornecidos pela NordVPN, 15% dos inquiridos em Portugal se autodenominam “Turistas Cibernéticos”, com pontuações entre 25% e 49% no NPT. Aproximadamente 70% obtiveram pontuações entre 50% e 74%, sendo classificados como “Aventureiros Cibernéticos”, enquanto 15% alcançaram pontuações entre 75% e 100%, sendo denominados “Estrelas Cibernéticas”

Comparativamente à primeira edição da pesquisa, mais participantes portugueses afirmam estar aptos a lidar com ataques de phishing (52% em 2021 contra 63% em 2023). A despeito da posição no Top 3 global, os especialistas da NordVPN ressaltam uma diminuição no entendimento de cibersegurança e privacidade online. Em 2021, Portugal registou uma pontuação de 68% no NPT. 

Conforme observado pela NordVPN, essa tendência de declínio é global. No presente ano, a pontuação global no NPT atingiu 61%. No ano anterior, essa pontuação estava em 64%, enquanto em 2021 estava em 66%. 

Marijus Briedis, CTO da NordVPN, assinala: “Dada a crescente complexidade das ameaças digitais, é compreensível que o conhecimento global em cibersegurança e privacidade online esteja em declínio”

Veja os resultados na galeria:

Fonte: Sapo TEK

Veja os meus outros artigos aqui.

Patrocinar Smart Summit

Ajude a fomentar o empreendedorismo nos Açores. Deixe o seu interesse e enviamos as condições para patrocinar o Smart Summit

Attendee Smart Summit Lagoa 2024

Não perca a oportunidade e participe no Smart Summit Lagoa 2024. Inscreva-se Gratuitamente!