SMART SUMMIT

Relatório Digital 2024: os dados de Portugal

Relatório Digital 2024 sobre Portugal
Facebook
LinkedIn
Email
WhatsApp

Indíce

O Relatório Digital 2024, do DataReportal, acompanha as mais recentes tendências sobre o uso do digital e nós fomos analisar os resultados relativos à população portuguesa.

Com a evolução do mundo digital e das novas tecnologias, não é de estranhar que, no início deste ano 8.84 milhões de pessoas estivessem conectadas à internet, representando 86% dos portugueses e tornando evidente que a era digital está enraizada na nossa vida quotidiana. Vamos, então, explorar mais a fundo as descobertas fascinantes deste relatório e examinar como impactam o cenário tecnológico e até do marketing em Portugal.

Internet e Comportamento Online

A vasta maioria da população portuguesa está agora online, com uma média impressionante de 7 horas e 30 minutos gastas diariamente na internet. Além disso, 99% dos utilizadores de internet acedem através de dispositivos móveis, refletindo a tendência global de mobilidade digital. Esta tendência vem salientar também a importância da otimização de websites e conteúdos para o mobile

Os tipos de plataformas mais acedidas são abrangentes, variando entre redes sociais (98%) a liderar, seguidas de plataformas de chat (97%), pesquisa (93%) e email (79%). O principal motor de busca é, claramente e sem surpresa, o Google, com afluência de 95%. O Bing ocupa o segundo lugar com apenas 4% das utilizações.

Principais Motivações

Os portugueses utilizam a internet para diversas finalidades, com destaque para encontrar informações (82%), manter-se atualizados sobre notícias e eventos (70%) e manter contato com outras pessoas (68%). Surpreendentemente, as compras online ocupam apenas o sexto lugar.

A crescente preferência pela digitalização é também evidente nas atividades online dos portugueses. Aliás, os portugueses usam também a internet para leitura de jornais (55%) e a audição de podcasts (64%).

Relativamente às redes sociais, as principais razões para o seu uso são:

  • manter contacto com conhecidos;
  • ocupar tempo livre;
  • ver novas histórias;
  • inspiração do que comprar.

Motores de Busca e tendências

No que toca às plataformas online mais usadas, os dados do SimilarWeb e SEMrush revelam as plataformas online mais populares, com o Google.com como website mais usado, seguido do Youtube, Facebook e Sapo.pt. No entanto, a partir da 5ª posição as coisas são um pouco diferentes.

Se, de um lado, o SimilarWeb coloca o Instagram em 5º lugar e o primeiro jornal a aparecer é o Record, em 7º lugar. Todos os restantes jornais aparecem a partir do 11º lugar. Por outro lado, para o SEMRush, a 5ª posição, é ocupada pelo jornal A BOLA, seguido pelo Pornhub e Record. Curiosamente, o Instagram ocupa apenas o 9º lugar.

Redes sociais em Portugal

Quanto às redes sociais, 73% da população total portuguesa estão presentes nelas, o que representa 84% dos utilizadores da internet: 51% mulheres e 49% homens. Principalmente, no WhatsApp com 90%, Instagram com 85% e Facebook com 83%.

Redes como o, LinkedIn, Tiktok e X estão um pouco mais abaixo. Ou seja, o TikTok está em 5º lugar com 46% e o LinkedIn em 7ºlugar com 39%. Por fim, neste ranking 10 posições, o X ocupa o 9º lugar, com apenas 33% da população.

Apesar de o Facebook estar no primeiro lugar, é o Instagram o favorito da população, seguido pelo Whatsapp, Facebook e Tiktok. Apenas 1% indicou o LinkedIn como plataforma favorita.

Relativamente ao tempo passado por mês, o TikTok é, de longe, o que mais ocupa tempo. No período de tempo estudado pelo Relatório Digital 2024, entre 1 de julho e 30 de setembro, foi uma média de 36h38min passadas no TIKTOK (versão para Android), seguido do Youtube por 25h39min.

Por estes últimos dados, é possível perceber a importância dos conteúdos de vídeo.

É ainda importante salientar que os 4.90milhões de pessoas que usam Linkedin correspondem a 57% total da população que pode usar a plataforma, uma vez que apenas os maiores de 18 anos se podem inscrever.

Das plataformas mais conhecidas, apenas o LinkedIn e o X têm mais utilizadores do sexo masculino que feminino.

Comportamentos e Marketing

Os portugueses são ávidos consumidores de conteúdo online, com vídeos de música (53%) e vídeos de comédia, virais e memes (44%) a serem os favoritos. Esse comportamento de consumo destaca a preferência por experiências visuais e dinâmicas.

Comportamentos de Compra

O comportamento de compra online também está em ascensão. À data do relatório eram cerca de 49,4% os utilizadores na internet a fazer compras online, semanalmente, (no relatório de 2022, representavam 45,5%). Sendo que, as categorias com mais gastos são eletrónica e moda, e os sites com as maiores pesquisas no Google são NIKE, iPhone e Worten.

As estratégias mais usadas para descobrir marcas são os motores de busca (40%), boca a boca (36%), anúncios de TV (35%) e anúncios nas redes sociais (34%). Além disso, é importante notar que 64% dos consumidores pesquisam marcas antes de comprar, destacando a importância do Marketing online e da presença nas redes sociais, e 15% carregaram em posts patrocinados nas redes sociais.

Em conclusão, o Relatório Digital 2024 – Portugal fornece uma visão abrangente do cenário digital do país. A digitalização está a moldar a sociedade em geral, os portugueses não são exceção, desde o comportamento online até às estratégias de marketing. Assim, para as empresas que querem prosperar neste ambiente digital em rápida mutação, é essencial adaptar-se às tendências emergentes e abraçar novas formas de interagir e se conectar com o público online.

Patrocinar Smart Summit

Ajude a fomentar o empreendedorismo nos Açores. Deixe o seu interesse e enviamos as condições para patrocinar o Smart Summit

Attendee Smart Summit Lagoa 2024

Não perca a oportunidade e participe no Smart Summit Lagoa 2024. Inscreva-se Gratuitamente!