SMART SUMMIT

Stella Terra termina viagem de teste de 1.000 km através do norte de África

Facebook
LinkedIn
Email
WhatsApp

Indíce

Estudantes da Universidade de Tecnologia de Eindhoven conceberam o veículo Stella Terra, com capacidade para dois passageiros, que completou a travessia de diversas paisagens desafiantes como parte do último teste de sua estrutura leve e perfil aerodinâmico.

De acordo com a informação da equipa, o automóvel é alimentado pelos painéis solares instalados no teto, atinge uma velocidade máxima de 145 km/h, e apresentando um peso de apenas 1.200 kg, juntamente com uma autonomia de, pelo menos, 710 km num dia ensolarado. 

Wisse Bos, o gestor da equipa Solar Team Eindhoven, afirmou que a tecnologia empregue, ao unir uma estrutura leve a painéis solares de elevada eficiência, se encontra dez anos à frente do que existe no mercado. 

“O Stella Terra deve resistir às duras condições do fora de estrada, enquanto permanece eficiente e leve o suficiente para ser alimentado pelo sol. É por isso que tivemos que projetar quase tudo para o Stella Terra nós mesmos, desde a suspensão até os inversores para os painéis solares. Estamos empurrando os limites da tecnologia.” 

Wise Bos, Team Eindhoven

O que integra na construção do Stella Terra?

O veículo integra uma bateria de iões de lítio recarregável, permitindo a sua utilização em condições de menor exposição solar, embora com menor alcance. Os painéis solares do veículo produzem energia em abundância, viabilizando a confeção de refeições e o carregamento de dispositivos eletrónicos, como smartphones e câmaras. 

Durante uma semana e meia no norte de África, do Tânger ao Saara, o veículo verde-oliva teve uma falha no sistema de direção. No entanto, o gestor técnico do projeto, Bob van Ginkel, de 24 anos, solucionou-a prontamente.

Apesar disso, o conversor personalizado dos painéis solares do veículo, demonstrou uma notável eficiência de 97% na conversão da luz solar em carga elétrica.

O maior desafio na construção de carros solares é a área limitada para painéis solares disponíveis. Painéis altamente eficientes capazes de gerar energia suficiente para alimentar veículos a longas distâncias são caros de produzir. Os mais eficientes no mercado geralmente atingem cerca de 45% de eficiência, enquanto a maioria dos painéis tem uma eficiência de cerca de 15% a 20%. 

A equipa do Stella Terra é de natureza sem fins lucrativos, dependendo de patrocinadores para o seu financiamento.  Por isso, o custo total do projeto não está divulgado. 

Fonte: The Guardian / Pplware

Veja os meus outros artigos aqui.

Patrocinar Smart Summit

Ajude a fomentar o empreendedorismo nos Açores. Deixe o seu interesse e enviamos as condições para patrocinar o Smart Summit

Attendee Smart Summit Lagoa 2024

Não perca a oportunidade e participe no Smart Summit Lagoa 2024. Inscreva-se Gratuitamente!