SMART SUMMIT

Wineinazores

Facebook
LinkedIn
Email
WhatsApp

Indíce

Nos dias 4, 5 e 6 de novembro de 2022, realizou-se a 14ª edição do evento Wine In Azores no Parque de Exposições da Associação Agrícola de São Miguel. Este evento consiste numa Feira dos Vinhos, autointitulando-se o “maior e melhor evento empresarial dos Açores”.

Sobre o evento

O objetivo principal do evento “Wine in Azores” é promover os vinhos portugueses, dando-os a provar aos seus apreciadores, embora ainda aglomerar outras atividades económicas (como “showcookings”).

Além de destacar a área dos vinhos, o evento aposta nas carnes, peixe e produtos gourmet, uma vez que, são bastante apreciados pelos turistas e entusiastas da enologia. 

Os expositores são considerados pela organização do festival os seus principais clientes. Por sua vez, esta estratégia Business to Business (B2B) por parte da organização do Wine In Azores procura entregar o melhor serviço às empresas que se expõem no evento. Isto passa pelo fornecimento completo de stands, à assistência dada pela equipa organizadora e até mesmo aos descontos especiais feitos, especificamente, para estes.  

Dito isto, é fácil entender o conceito Business & Pleasure que funda esta feira de vinhos. Além de uma especial atenção à parte comercial e promocional dos produtos expostos existe a salvaguarda a satisfação dos seus visitantes.  

Contexto económico do mercado do Vinho

Importa saber ainda o contexto económico atual em que nos encontramos, mais concretamente, no que diz respeito, ao mercado de vinho, de modo, a compreender o real impacto do evento. 

Segundo um comunicado da ViniPortugal divulgado em agosto de 2022, sabe-se que de janeiro a junho de 2022 verificou-se um decréscimo de 1,28% no valor das exportações de vinho, comparativamente com o período homólogo de 2021. Isto traduz-se em menos 5,6 milhões de euros, comparativamente ao respetivo período de 2021. Sendo que, mesmo assim, ultrapassou-se os 432 milhões de euros de exportações no ano de 2022. 

A associação averiguou um crescimento das exportações em mercados como Angola (+55,2%) e Japão (+21,6%). Por outro lado, a Rússia representou uma queda de 62,1%. A China, Alemanha e Suécia apresentam-se, igualmente, como países com quebras, atingindo valores de 47,7%, 12,8% e 16,8% respetivamente. 

A principal causa deste cenário, para os agentes, poderá ser a conjuntura internacional. Uma vez que, contraria o crescimento apurado em 2021, assim como, o crescimento no início deste ano. Apesar disto, o presidente da ViniPortugal acredita que possamos acabar o ano com um balanço positivo. 

Patrocinar Smart Summit

Ajude a fomentar o empreendedorismo nos Açores. Deixe o seu interesse e enviamos as condições para patrocinar o Smart Summit

Attendee Smart Summit Lagoa 2024

Não perca a oportunidade e participe no Smart Summit Lagoa 2024. Inscreva-se Gratuitamente!