SMART SUMMIT

Inovação como um propósito de Portugal

Facebook
LinkedIn
Email
WhatsApp

Indíce

É necessário que a inovação tende a ser o principal foco das sociedades e do Estado, nos tempos que decorrem.

Há 10 anos atrás, para que uma sociedade crescesse economicamente, tinha que se reunir forças e meios para se aumentar nas exportações. Todavia, nos tempos de hoje isto já não é suficiente. É necessário que tanto as sociedades como, também, o Estado, saibam viver com a inovação com total naturalidade e de modo que faça parte do próprio funcionamento da atividade.

Qual é a importância da inovação?

Na conferência do Prémio Nacional da Inovação 2023 (PNI) – Terminal de Cruzeiros, Porto de Leixões – abordou-se a importância da inovação no crescimento das organizações; na produtividade; e, respetivamente, qualidade de vida. A inovação, nos tempos que nos decorrem, deve ser indispensável. Afinal, permitirá (não só) alcançar novos targets e/ou aumentar o valor para o cliente como, também, um posicionamento mais forte face à concorrência.

Existe alguma instituição financeira que utilize a Inovação como um hábito de trabalho?

Sim. O Administrador do BPI – Francisco Bandeira -, realçou,principalmente, a presença deste banco no PNI como uma rotina da sua atividade. “Fomos criados em 1985, o primeiro banco a ser concebido após a abertura do setor à iniciativa privada depois das nacionalizações de 1975. Fomos igualmente o primeiro banco cotado na bolsa portuguesa. Como vêm, nascemos da inovação. Entre muitas áreas disruptivas que estamos a explorar, o BPI tem o primeiro balcão do mundo no metaverso, em realidade imersiva”.

Segundo António Miguel Ferreira – Managing director da Claranet – afirma ser fundamental a Inovação. Ademais, é de salientar que António Miguel Ferreira, munido do chatGPT, vê a Inovação como uma arte de transformar ideias numa realidade. “Há 28 anos, cinco jovens universitários juntaram-se e formaram a Esotérica, o primeiro fornecedor de acesso à internet em Portugal, o chamado Internet Service Provider. A Claranet é a evolução da Esotérica. É a prova de como uma pequena startup com cinco pessoas passou a mil colaboradores, sendo atualmente o maior fornecedor de serviços de tecnologias de informação em Portugal, com mais de 200 milhões de euros de volume de negócios”.

A Inovação é inspiração…

O reconhecimento, a valorização e a premiação são os principais objetivos do PNI. Esta iniciativa juntou tanto a Claranet, como o Jornal de Negócios e, respetivamente, o BPI, em parceria com a Cotec Portugal e a Nova SBE como parceiros do conhecimento. Pedro Brito, associate dean da Nova SBE, assume o alinhamento fortíssimo entre a visão e a missão da escola com este prémio. “Sobretudo na intenção de ter impacto na sociedade portuguesa e transformar as empresas a nível nacional”.

Pedro Brito – responsável do detalhe do PNI 2023 – destaca a elegibilidade do PNI para as sociedades públicas, privadas, coletivas, desde que possam sede e/ou estabelecimento em Portugal e, ainda, gerem benefícios para a sociedade portuguesa.

Artigo tendo por base o Jornal de Negócios;

Já leste o artigo sobre “EDP regista boas possibilidades de investimento no presente”? Clique aqui para saber mais!

Patrocinar Smart Summit

Ajude a fomentar o empreendedorismo nos Açores. Deixe o seu interesse e enviamos as condições para patrocinar o Smart Summit

Attendee Smart Summit Lagoa 2024

Não perca a oportunidade e participe no Smart Summit Lagoa 2024. Inscreva-se Gratuitamente!