SMART SUMMIT

Interessados na privatização da SATA

Facebook
LinkedIn
Email
WhatsApp

Indíce

O Presidente da SATA, Luís Rodrigues, discursou perante o parlamento no dia 22 de dezembro. Com o propósito que acredita que possam existir 2 ou 3 parceiros com interesse em dar continuidade à privatização.  

Apesar de não estar concluído o caderno de encargos para o ano de 2023, há interesse na privatização em 51% da Azores Airlines. Com efeito, a empresa só irá começar a avaliar os possíveis interessados quando o caderno referido estiver concluído.  Porém, a decisão final está nas mãos do atual acionista, o Governo Regional dos Açores. 

Luís Rodrigues referiu que a situação financeira atual está num bom rumo, e por isso será importante agir rapidamente na privatização. Anteriormente, a intenção de privatizar a SATA não foi adiante. Contudo, prevê-se que este ano os Resultados Operacionais sejam mais rentáveis que o ano de 2021. 

Além disso, Luís Rodrigues sustentou que agora a empresa não necessita de recorrer à banca e que a empresa será “autossustentável” após ser privatizada. 

Com este processo mais próximo, prevê-se que sejam postos em causa cerca de 400 trabalhadores da entidade. No entanto, certifica que a SATA manterá o seu próprio handling, garantido os postos de trabalho.

Foram ainda postas em causa algumas rotas, que são pouco rentáveis financeiramente, como por exemplo viagens para Paris, Boston e Nova York, no qual a justificação é que “há rotas que levam algum tempo a consolidar”, e num futuro próximo, serão rotas que vão resultar num Resultado Operacional muito positivo. 

Fonte: Expresso

Já leu o último artigo sobre a nova lei, no âmbito do Teletrabalho? Clique aqui para saber mais.

Patrocinar Smart Summit

Ajude a fomentar o empreendedorismo nos Açores. Deixe o seu interesse e enviamos as condições para patrocinar o Smart Summit

Attendee Smart Summit Lagoa 2024

Não perca a oportunidade e participe no Smart Summit Lagoa 2024. Inscreva-se Gratuitamente!