SMART SUMMIT

Redes Sociais: uma tendência crescente

Redes Sociais: uma tendência crescente
Facebook
LinkedIn
Email
WhatsApp

Indíce

As redes sociais continuam uma tendência crescente para o marketing, pela sua potencialidade para o sucesso de uma marca. As possibilidades de comunicação que oferecem, bem como a crescente proximidade que cria entre os consumidores, fazem destas plataformas uma das ferramentas mais completas e imprescindíveis para as marcas.

Neste contexto, a Marktest lançou um estudo que “procura conhecer os hábitos dos utilizadores de redes sociais”, bem como a relação que os portugueses criam com as marcas e celebridades que estão nas redes sociais.

Em 2021, o abandono das mídias sociais diminuiu para quase metade, relativamente a 2012. No entanto, este novo estudo veio mostrar que a tendência de abandono destas plataformas sociais tem vindo a crescer desde aí. De facto, atualmente, segundo os novos dados publicados este mês, já 23,5% dos utilizadores abandonaram (pelo menos alguma das suas) redes sociais. 

Segundo a Meios e Publicidade, que cita o estudo, o Facebook foi a rede que mais foi deixada pelos portugueses, essencialmente por falta de interesse na plataforma. Também o TikTok, Snapchat, Twitter (atual X) e Messenger tiveram algumas baixas. No entanto, há estudos que revelam que o Facebook continua bastante ativo na comunidade. Apesar de uma descida de quase 5% dos utilizadores, a verdade é que ainda são 89% os utilizadores presentes nesta rede social. Este número mantém-na como a mais utilizada em Portugal, representando uma mais-valia para qualquer negócio. 

O estudo realça ainda que o X duplicou a presença entre os mais jovens e o TikTok é a 4ª rede com maior notoriedade espontânea.

E, de facto, em Agosto, a agência criativa We Are Social revelou no estudo “Digital 2023” que o tempo passado nas redes sociais aumentou nos últimos meses. Ou seja, apesar de abandonarem determinadas redes sociais, os utilizadores tendem a despender mais tempo nas restantes.

Tendência crescente e oportunidade

Citando a We Are Social, a Meios e Publicidade aponta ainda que 27% da população ativa mundial descobre novos produtos e serviços nas redes sociais. Mais concretamente, 62% dos utilizadores do Instagram e 54,6% do Facebook admitiram usar estas plataformas para procurar novidades de marcas e empresas. Ou seja, uns números bem animadores da perspectiva do marketing. 

Ainda a nível mundial, o novo rival do Twitter, o Threads, ainda não disponível em Portugal, conseguiu na primeira semana 100 milhões de utilizadores ativos!

O estudo da Marktest salientou ainda dois pontos que podem servir de dicas valiosas na estratégia de comunicação nas redes sociais. Por um lado, um terço dos utilizadores que viram anúncios nas redes sociais, procuram mais informações sobre os anunciantes, demonstrando a importância de uma estratégia bem definida de publicações patrocinadas.

Para além disso, são uns incríveis 85% os utilizadores mais jovens que seguem celebridades nas redes sociais. Este ponto representa uma explicação e, ao mesmo tempo, uma oportunidade relativamente ao Marketing de Influência, já apontado como uma das tendências deste ano.

Resumindo, as redes sociais continuam a ser uma tendência que desempenha um papel importante nas estratégias de comunicação, mas as marcas devem estar atentas às mudanças nas preferências e comportamentos dos utilizadores. Uma abordagem adaptável e estratégica é essencial para aproveitar ao máximo as oportunidades oferecidas por esse ambiente em constante evolução.

Patrocinar Smart Summit

Ajude a fomentar o empreendedorismo nos Açores. Deixe o seu interesse e enviamos as condições para patrocinar o Smart Summit

Attendee Smart Summit Lagoa 2024

Não perca a oportunidade e participe no Smart Summit Lagoa 2024. Inscreva-se Gratuitamente!