SMART SUMMIT

Santander na luta pela sustentabilidade

Facebook
LinkedIn
Email
WhatsApp

Indíce

O banco Santander permite que os seus clientes entendam o nível de poluição provenientes das suas compras. Descubra mais neste artigo.

O Santander é um dos maiores bancos do mundo por capitalização bolsista, com presença em 10 mercados. Como tal, a instituição bancária decidiu criar uma nova ferramenta sustentável para os seus clientes. Assim sendo, o objetivo passa por conscientizar os consumidores, com a sua pegada carbónica provenientes das suas compras. Desta forma, pretendem promover um consumo mais consciente e amigo do ambiente. 

Como irá funcionar a utilização da ferramenta?

A nova funcionalidade irá permitir ao cliente conhecer e compensar as emissões de CO2, com base nas compras efetuadas com o seu cartão bancário e nos débitos diretos. Deste modo, será possível cada cliente consultar a sua pegada, numa base mensal, sendo apresentada em quilogramas de CO2 emitidos para a atmosfera.

Além disso, será possível consultar a quantidade de árvores necessárias para compensar a sua própria pegada de carbono. Por exemplo, se um cliente, no mês de abril, observar um valor de compras equivalentes a 150 kg de CO2, se mantiver esse nível de compras durante os próximos 12 meses, este precisará de plantar sete árvores para compensar a sua pegada.

De acordo com o comunicado ao Expresso SER, o cálculo destas emissões é feito pela Global Factor, uma empresa especializada nas alterações climáticas, no qual terá em conta o montante em euros e o setor de atividades associados a cada transação. 

Contudo, não se preocupe, pois o banco garante que o processo de recolha de informações, respeita a proteção de dados e a privacidade dos clientes. A metodologia destes processos foi auditada pela empresa de consultoria Deloitte

Como cada cliente irá compensar a sua pegada?

A compensação da pegada carbónica das compras consiste no processo de financiamento de projetos. Estes garantem a redução ou eliminação das emissões dos gases de efeito de estufa, de modo a compensar as suas próprias emissões. O principal intuito é que cada cliente obtenha a sua pegada de carbono líquida nula. Desta forma, o cliente polui com as suas compras, porém, ao ajudar um projeto de reflorestação, por exemplo, consegue contribuir para a compensação da sua pegada. 

Quais os projetos disponíveis para a compensação?

No site do banco conseguimos consultar alguns projetos que têm créditos à venda, por exemplo o reflorestamento de Vichada, na Colômbia. Este projeto consiste na reflorestação aliando a proteção da biodiversidade e a restauração dos ecossistemas. Assim, ao contribuir com o projeto, consegue compensar por cada quilo 0,01 euros.

Além deste projeto, o cliente poderá optar por apoiar o VTRM Energia Renovável 2, sendo um projeto que garante a implementação e exploração de centrais de energia renovável, no Brasil. Ao apoiar este projeto, o cliente contribui para a sua compensação com 0,0117 euros.

Fonte: Expresso.

Já leu o artigo sobre a atitude do BNP Paribas na sustentabilidade? Se queres saber mais, clica aqui!

Patrocinar Smart Summit

Ajude a fomentar o empreendedorismo nos Açores. Deixe o seu interesse e enviamos as condições para patrocinar o Smart Summit

Attendee Smart Summit Lagoa 2024

Não perca a oportunidade e participe no Smart Summit Lagoa 2024. Inscreva-se Gratuitamente!