SMART SUMMIT

Compras de Natal: tendências em Portugal

Compras de natal: mulher abrindo uma prenda
Facebook
LinkedIn
Email
WhatsApp

Indíce

Tocam músicas com sinos, vêm-se luzes a piscar e cheira a época festiva em todo o lado. A agitação das compras de Natal já começou há algum tempo – em Portugal, aliás, parece que começa cada vez mais cedo. São 49% os portugueses que começam as compras de Natal ainda em novembro, na procura por descontos.

No limiar da temporada natalícia, o Klarna Holiday Report, compilou dados de mais de 15.000 consumidores em 15 países. Portugal faz parte desses países e o estudo revelou dados interessantes sobre o panorama das compras de Natal no nosso país.

Tendências de gastos natalícios

Começando com a estatística mais importante, revelada pelo Observador Natal 2023, um estudo realizado pelo Cetelem: 98% dos inquiridos tenciona oferecer prendas de Natal, mas 63% diz que apenas entram na lista de quem lhes é mais próximo. Aliás, o valor médio a gastar nesta época festiva vai ser o mais baixo dos últimos três anos.

Por sua vez, o relatório da Klarna revelou que 48% planeiam gastar mais de €200 em presentes para amigos e familiares. No entanto, 46% dos portugueses estão, efetivamente, preocupados com as finanças. E, por isso, 81% vai ponderar as suas escolhas, 69% querem alternativas mais acessíveis e 61% estão a contar reduzir despesas em itens não essenciais.

Segundo Alexandre Fernandes, líder da Klarna em Portugal e Espanha: “Estamos a viver um panorama económico especial e com características particulares”, o que vai impactar as compras da época festiva deste ano. A empresa fala principalmente do impacto da pandemia, que ainda se faz sentir nos nossos hábitos de consumo. Aqui, destacam-se as compras online, opção de 40% dos inquiridos e que, claro, influencia a experiência nos espaços físicos.

Preferências nas compras de Natal

O orçamento divide-se entre presentes (43%) e alimentação (41%).

Segundo o mesmo estudo do Cetelem, 84% irá oferecer chocolates, biscoitos e bolachas. Seguem-se as peças de vestuário e acessórios de moda (79%) e os vinhos ou outras bebidas (73%).

A NetSonda elaborou também um estudo, para a Sonae Sierra. “Os portugueses e os presentes de Natal”, tem como base em 400 entrevistas online a cidadãos residentes no país, entre os 18 e 55 anos. Aqui, aparece uma certa variação entre livros, maquilhagem e artigos de princesa para meninas; brinquedos de construção, artigos de desporto e super-heróis para meninos; roupas, acessórios e chocolates para mulheres e, para homens, bebidas alcoólicas e, também, roupa. No entanto, o estudo da Klarna, mostra que as experiências ganham algum espaço. Cerca de 56% dos inquiridos oferecem vouchers de hotel (57%), 50% para espetáculos culturais ou concertos e 41% para tratamentos de spa.

63% dos portugueses não tencionam inovar muito no que toca à escolha de prendas, a menos que seja para o conjugue. Nesse caso, a tendência para inovar é de mais de 50%.

As estratégias de pagamento

No que toca ao pagamento, um em cada quatro portugueses reavalia as suas escolhas no checkout online. Para além disso, o cartão de débito é preferido pela maioria (60%), priorizando transações simples (53%), seguras (69%) e, às vezes, sem juros (34%). Segundo o estudo do Cetelem, são 49% os que dizem querer aproveitar descontos e promoções de fidelização.

Em suma, as tendências de compras deste Natal mostram um cenário envolvente e diversificado, combinando preocupações financeiras com a procura por presentes memoráveis, para as pessoas mais próximas. Afinal de contas, o reflexo das baixas condições económicas, fruto dos acontecimentos dos últimos anos, são evidentes e, nem a época natalícia se conseguiu esquivar e mudar a tendência de poupança que tanto se fez sentir este ano. Mas, mesmo assim, parece que vamos ter direito a um presente no sapatinho.

Quer fazer a sua marca destacar-se no Google? Leia o artigo da Smart Summit: O que é o Google Ads?

Patrocinar Smart Summit

Ajude a fomentar o empreendedorismo nos Açores. Deixe o seu interesse e enviamos as condições para patrocinar o Smart Summit

Attendee Smart Summit Lagoa 2024

Não perca a oportunidade e participe no Smart Summit Lagoa 2024. Inscreva-se Gratuitamente!